NOTÍCIAS

Equipa da Cátedra Patrimónios concluiu a elaboração do Inventário do Museu de Arte Sacra da Ilha de Moçambique.

A doutoranda Maria da Conceição Cano irá apresentar publicamente a sua dissertação de doutoramento intitulada O Bumba-meu-boi como zona de contacto: trajetórias e resignificação do património cultural.

Está em curso o “Laboratório da Preguiça”, uma ação integrada de planeamento estratégico, desenho urbano e arquitetura para a Vila da Preguiça, no Município da Ribeira Brava, na Ilha de São Nicolau, em Cabo Verde.
.

Seminário “Proteção e Gestão de Sítios do Património Mundial. Partilha de experiências e boas práticas”.

A doutoranda Regina Campinho ganhou, execuo, um dos prémios da conferência IASTE.

ÁLBUNS

EVENTOS

A conferência internacional African Urban Planning decorreu nos dias 7 e 8 de setembro no IGOT-UL. O DPIP fez-se representar por Walter Rossa, Nuno Simão Gonçalves, Lisandra Mendonça, Beatriz Serrazina e Filipa Fiúza.

Miguel Bandeira Jerónimo e Hugo Gonçalves Dores, participam na conferência internacional SHAPING EDUCATION IN THE (POST)COLONIAL WORLD: ACTORS, PARADIGMS, ENTANGLEMENTS (1880s-1980s), que se irá realizar de 14 a 16 de setembro de 2017, na Universidade de Lausanne, Suíça.

Foi lançado o Relatório final do evento Oficinas de Muhipiti: planeamento estratégico, património, desenvolvimento, que se realizou de 19 a 29 de julho de 2017, na Ilha de Moçambique, numa produção conjunta das universidades de Lúrio e de Coimbra no âmbito de um quadro de cooperação.

As Oficinas de Muhipiti encerraram no dia 28 de julho com a inauguração e apresentação à comunidade da exposição dos trabalhos realizados pelos estudantes das universidades de Coimbra e Lúrio.

Data: 7 de julho de 2017

Local: Sala Carlos Ribeiro do Colégio de Jesus da Universidade Coimbra

Data: 7 de julho de 2017

Local: Sala Carlos Ribeiro do Colégio de Jesus da Universidade Coimbra

Data: 19 de junho de 2017

Local: Sala Carlos Ribeiro do Colégio de Jesus da Universidade Coimbra

Data: 19 de junho de 2017

Local: Sala Carlos Ribeiro do Colégio de Jesus da Universidade Coimbra

A peça de teatro, Tenho trinta anos, estou na cadeia há quatro, baseada em alguns Papéis da Prisão de Luandino Vieira, entra em cena a 7 de julho de 2017, pelas 19h, na Zona de Congressos do Edifício Sede da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

A Fundação Calouste Gulbenkian vai lançar, entre 15 de junho e 15 de julho de 2017, um concurso de atribuição de bolsas de viagem para frequência do curso “Patrimónios: recursos para políticas de desenvolvimento”, destinado a agentes culturais nacionais de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, implicados em atividades no âmbito do património material destes países.

Arquivo






Parceiros: